top of page

Publicações

WhatsApp Image 2024-04-12 at 19.18.49.jpeg

que sabia ela de ser filósofa?

Os textos deste livro seguem uma ordem de maturação.
Como uma árvore em constante transformação, eles foram
ganhando camadas celulares, galhos e ramificações mais ou
menos folhosas, e possuem as marcas do tempo de sua vida e
de sua abertura ao mundo. Na cronologia de sua elaboração,
eles nascem do momento decisivo em que a filosofia é aqui
poetizada pela primeira vez e crescem até o momento em
que a palavra poética adquire o vocabulário acumulado da
reflexão filosófica situada. São textos que foram ficando en-
corpados e cheios de corpos ao mesmo tempo que ramalhosos
e rizomáticos e atravessados pela experiência inescapável do
presente.

Janyne Sattler

quando chega a primavera

Primeira Antologia Poética do Mulherio das Letras de Santa Catarina.

Quando chega a Primavera: primeira antologia poética do Mulherio das Letras de Santa Catarina marca o início da revolução poética a que se propõe este movimento feminista literário em nosso estado. Somos várias mulheres escritoras que estamos movimentando os ares, avolumando as águas e fazendo as folhas dançarem ao tom de nossas letras. A força que nós unimos e movimentamos é própria de nossos corpos, da terra e do mar que nos acolhe como casa. O desabrochar das flores, com a chegada da primavera, representa o florescer de nossa literatura que se renova, mais uma vez, e se mostra colorida e diversa. Que este livro atraia mais e mais escritoras de nosso estado a participar do movimento Mulherio das Letras..

 

Vida longa ao Mulherio das Letras de Santa Catarina!

 

Flavia Quintanilha

capa de livro de cor amarela com folhagem de garapuvu bordô
Parada do orgulho gay
Livros na prateleira

lésbicas

Participe da Primeira Antologia Poética Lésbica do Mulherio das Letras de Santa Catarina. Publicação de livro impresso com lançamento no Primeiro encontro Regional Sul do Mulherio das Letras.

bottom of page